segunda-feira, 19 de abril de 2010

Vazio..

Assim como um copo vazio, pois se estiver com algo dentro, irá misturar, impossibilitando que se possa discernir entre o que havia e o que agora há.
Eu ultimamente tenho acreditado que, escrevendo do final para o começo, permite aos meus dois leitores que, pela correria e afazeres do dia a dia, escolham o que pode ser ou não, de relevante leitura. Apesar da boa redação execrar, vou ao contrário que as regras exigem, pois os caminhos trilhados geralmente estão cheios de ignorância e rotina. Bastando para mim, a obrigação de ser o que a sociedade espera que eu seja, ferindo muitas vezes minha moral subjetiva para manter a objetiva, sem objetivos de agradar, contudo sem desagradar.
A hipocrisia da leitura corrompe hoje em dia, em meio a tantos manuais de autoajuda e gosmentas religiões, quando o leitor persegue o que lhe parece familiar. Esta procura aos iguais pode interferir no processo de entendimento e aprendizado, impedindo o clareamento e desenvolvimento das idéias.
A maioria das pessoas preferem que outras decidam e as guiem pelo caminho, este, em consequência, já percorrido por outros. Diferente disso busco desbravar as idéias, como alguém que nunca as tenha ouvido, pois assim, posso ouví-las de uma forma que talvez não tivesse percebido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário